A desembargadora Maria Iracema Martins do Vale foi eleita hoje presidente do TJCE
O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) elegeu, na tarde desta quinta-feira (23/10), por aclamação, a nova administração do Poder Judiciário estadual para o biênio 2015/2017. Foram escolhidos a desembargadora Maria Iracema Martins do Vale (presidente), Francisco de Assis Filgueira Mendes (vice) e Francisco Lincoln Araújo e Silva (corregedor-geral).

Na ocasião, o presidente do TJCE, desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido, entregou à desembargadora Iracema do Vale o relatório de transição da gestão. Ao felicitar os novos dirigentes, desejou sucesso e disse que “são três pessoas honradas que vão assumir, a partir de janeiro, todo o encargo de gerir os destinos deste Tribunal”.

Também destacou que “muitas pedras estarão no caminho, mas que todos têm o discernimento suficiente e a competência para superar os entraves que lhes apresentarem”. Acerca da eleição, ressaltou que o fato de ter sido por aclamação, “nos deixa felizes porque mostra que o Tribunal trilha um caminho unido”.

Sobre a desembargadora Iracema, definiu como uma pessoa dócil, mas de personalidade determinada e firme. Quanto ao desembargador Francisco de Assis Filgueira Mendes, enalteceu a elevada bagagem cultural e afirmou que “a investidura na vice-presidência do Tribunal só vai enriquecer a gestão. É um homem sério, honrado”.

A respeito do corregedor eleito, desembargador Francisco Lincoln Araújo e Silva, descreveu como um homem ponderado, sério, de fácil diálogo. “Tenho toda certeza que fará da Corregedoria Geral da Justiça um espelho da sua personalidade”.

Ao tomar a palavra, a presidente eleita assinalou que esta é uma “data de festejo, de grande emoção e também de muita responsabilidade”. Sobre a nova gestão, disse que será de muito diálogo. “Vou trabalhar de braços dados com a magistratura de 1º Grau, com os desembargadores e servidores dessa Casa, pedindo a Deus que me ajude”. Agradeceu ainda aos magistrados, familiares e servidores pela confiança depositada.

O desembargador Mendes lembrou que “será uma missão árdua”. Dentre as ideias que pretende defender, com o apoio da presidente, citou a motivação da carreira. “A magistratura tem que ter um planejamento de revigoramento, temos que exaltar a meritocracia, temos que fazer da nossa Escola de Magistratura a imponência que ela sempre teve”.

Na nova gestão, Francisco Lincoln prometeu “levar trabalho e seriedade para a Corregedoria que hoje não é mais aquela que amedrontava juízes nas comarcas. Hoje, a Corregedoria serve mais na orientação e disciplinamento do que órgão sancionador de condutas”.

Ao parabenizar os eleitos, a desembargadora Sérgia Maria Mendonça Miranda exaltou a condução da sessão no Pleno e definiu como um momento histórico e marcante para a magistratura. “Quero falar da expectativa positiva e da esperança que nós depositamos na segunda mulher a assumir a Presidência do Tribunal de Justiça e a primeira do quinto constitucional a chegar à Presidência, carregando dentro de si uma bagagem de gestão muito importante”.

Gestão

Os desembargadores eleitos assumirão em janeiro de 2015 e ficarão nos cargos por dois anos. O TJCE tem 43 desembargadores, mas participaram da eleição 41. As duas ausências foram em decorrência de férias e licença de saúde.

A atual direção é formada pelos desembargadores Luiz Gerardo de Pontes Brígido (presidente), Francisco Lincoln Araújo e Silva (vice-presidente) e Francisco Sales Neto (corregedor). Os magistrados ocupam os cargos desde janeiro de 2013 e terminam os mandatos em janeiro do ano que vem.

Fonte: Sindojus-ce

Postar um comentário Blogger

 
Top